O chefe da Secretaria Especial de Comunicação (Secom), Fabio Wajngarten, está com suspeita de coronavírus.

Segundo a jornalista Monica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Wajngarten acompanhou Jair Bolsonaro em visita a Miami, nos Estados Unidos, na última semana.

Wajngarten realizou exames clínicos hoje no Hospital Israelita Albert Einstein e receberá os resultados nesta quinta-feira (12). O secretário de Bolsonaro é um dos 907 casos suspeitos de coronavírus no Brasil.

Segundo o boletim do Ministério da Saúde, o Brasil tem 52 casos de coronavírus confirmados.

Fonte: Portal Brasil 247