O governador de Goiás Ronaldo Caiado foi convidado a participar na quinta-feira (21), às 10h, junto com outros governadores, de uma videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro. O anúncio da reunião é do governador, pela twitter, após receber telefonema do Palácio do Planalto, nesta terça-feira (19).

Antes, também pela mesma rede social, o governador falou do resultado da reunião com representantes da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg). A Associação vai doar 40 leitos de UTI para o Hospital de Porangatu, onde o Estado assinou convênio com a prefeitura para o tratamento das vítimas do coronavírus, o que beneficia a população do Norte de Goiás e do Vale do Araguaia.

Alem da doação, a Ahpaceg vai apresentar nas próximas horas, a pedido do governador, um outro plano de ação para transformar por completo o Hospital de Porangatu em referência. O presidente da Associação Educativa Evangélica, Ernei de Pina, também se comprometeu a enviar equipe para capacitar pessoalmente os profissionais.

Caiado considerou a conversa bastante produtiva, onde explicou que Goiás sofreu nos últimos 20 anos sem a regionalização da saúde. “Um paciente tem ainda mais chances de sobreviver se não for jogado dentro de uma ambulância para percorrer centenas de quilômetros em busca de um atendimento médico”, garantiu.