De acordo com o Governo de Goiás, começa a valer nesta quinta-feira (19/) o decreto que amplia as medidas de prevenção para garantir a segurança da população no estado, nesse período de proliferação do coronavírus. .

Ficam SUSPENSOS por 15 dias: .
Atividades em feiras, shopping, galerias e pólos comerciais de rua;
atividades em bares e restaurantes, mas serviço de entrega é permitido;

Atividades em cinemas, clubes, academias, boates, teatros, casas de espetáculos e clínicas de estética; atividades de saúde bucal/odontológica, pública e privada, exceto aquelas relacionadas ao atendimento de urgências e emergências.

Continuam FUNCIONANDO: .
Estabelecimentos médicos e hospitalares, além dos laboratórios, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação;

Farmácias, supermercados, distribuidoras de gás e postos de combustíveis;
bares e restaurantes instalados em estabelecimentos de hospedagem podem funcionar desde que realizem atendimento exclusivo dos hóspedes e coloquem uma distância mínima de dois metros entre as mesas.


As empresas que desrespeitarem o decreto estarão infringindo o artigo 268 do Código Penal, o que pode gerar pena de detenção de 1 mês a 1 ano, além de multa ao responsável.