O aumento de 6% no preço do gás de cozinha anunciado pela Petrobrás, no dia 06 de janeiro, afetou o orçamento de muitas famílias em Goiânia. Para auxiliar o consumidor a economizar na compra do produto, o Procon Goiânia realizou entre os dias 11 a 13 de janeiro pesquisa de preço.

Foram pesquisadas 24 revendedoras de gás cadastradas e legalizadas junto à Agência Nacional de Petróleo (ANP) e que estão localizadas nas regiões Noroeste, Norte, Oeste, Central, Sul, Sudoeste, Leste e Sudeste de Goiânia.

Na região Norte, o gás de cozinha pode ser encontrado a R$ 80 e R$ 82, sem taxa de entrega. Nos estabelecimentos pesquisados, os valores para entrega variam em até R$ 2 para essa região.

Já na região Central, o preço do gás varia de R$ 78 a R$ 80, sem taxa de entrega. As revendedoras estão cobrando R$ 5 para a entrega em domicílio.

A Pesquisa constatou que na Região Leste o valor do gás de cozinha varia de R$ 78 até R$ 85. Nos locais pesquisados, a taxa de entrega está em torno de R$ 3. Enquanto na região Sudoeste, o valor do produto pode ser encontrado de R$ 70 até R$ 80. A taxa de entrega chega a R$ 5.

Na região Sul, o gás de cozinha custa entre R$ 80 e 82. O Procon verificou que nessa região o valor da taxa de entrega é considerado o mais caro, o preço chega em até R$ 10.

O preço do gás na região Oeste pode ser encontrado com preço de até R$ 85 e a taxa de entrega chega a R$ 5. Já na região Noroeste, o produto custa entre R$ 70 e R$ 78 e com a taxa de entrega o preço do gás pode chegar a R$ 80.

“A pesquisa constatou que, se comparado entre o menor e o maior preço, as revendedoras localizadas na região Noroeste são os estabelecimentos que vendem o gás de cozinha mais barato. O preço varia a partir de R$ 70. Já na região Leste, o produto é encontrado por até R$ 85, sendo a região onde o preço do gás está mais caro”, explica o presidente do Procon Goiânia, Gustavo Cruvinel.

Em julho do ano passado, o Procon Goiânia verificou que o gás de cozinha era vendido a partir de R$ 67,50 e agora o produto pode ser encontrado por até R$ 80. Se comparado com julho de 2020 a janeiro de 2021, o gás em Goiânia subiu R$ 12,50.

Atualmente, o preço do botijão de 13 quilogramas (kg) custa entre R$ 59,99 e R$ 105, com preço médio de R$ 75,04, segundo o levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No início da pandemia de covid-19, o preço médio estava em R$ 69.