Goiás adotará uma espécie de Lockdown a partir desta terça-feira (30). Várias atividades econômicas voltam a fechar. O governador Ronaldo Caiado pediu apoio a prefeitos para o fechamento do comércio por 14 dias consecutivos e, posteriormente, liberar por mais 14 dias. Ainda nesta segunda-feira (29), um decreto complementar para definir quais atividades ele entende que devem parar. A medida que como objetivo barrar – ainda mais – a disseminação do novo coronavírus no Estado.

A estratégia foi apresentada após um estudo da Universidade Federal de Goiás (UFG) estimar um colapso hospitalar na rede pública goiana em julho. A projeção dos pesquisadores é de que até setembro mais de 18 mil brasileiros percam suas vidas apenas no estado.

No dia 15 de abril, o Supremo Tribunal Federal decidiu que os municípios têm poder para determinar regras de isolamento, quarentena e restrição de transporte e trânsito em rodovias em razão da pandemia.