No primeiro mês de 2020, Goiás teve saldo positivo da balança comercial, com superávit de 45,9 milhões de dólares. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, dia 4, pelo sistema Comex Stat, do Ministério da Economia, e apontam que as exportações totais goianas foram de 370,8 milhões de dólares, enquanto as importações totais somaram 324,9 milhões de dólares. O setor agropecuário representou 67,5% das exportações totais do Estado, num montante de 250,2 milhões de dólares.

As carnes somaram 112,6 milhões, com 33,6 milhões de toneladas exportadas, sendo que a carne bovina representou volume de 15,6 milhões de toneladas (78,7 milhões de dólares). Destaque para as exportações de carne bovina para os Emirados Árabes Unidos, com aumento de 83,1% em relação às exportações de dezembro de 2019; para a Holanda, com aumento de 38,7%; e para a Rússia, aumento de 13,1%.

O Complexo Soja somou 38,2 milhões de dólares, com a exportação de 108,3 milhões de toneladas, representando 10,3% do total de exportações. Já o Complexo Sucroalcooleiro somou 20,3 milhões de dólares, com 62,2 milhões de toneladas exportadas.

Conforme avalia o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, os dados mostram que apesar da intensa movimentação no cenário geopolítico mundial, Goiás tem conseguido manter uma boa pauta de exportações. “O governo de Goiás tem trabalhado para fortalecer produtores, diversificar a pauta de exportações e abrir novos mercados. O agro tem crescido e deve continuar como o maior representativo da pauta de exportações goianas”, avaliou.