Por Márcio Souza, do JGDN

Ser um agente na defesa dos direitos dos trabalhadores, da iniciativa privada e dos servidores públicos, o cirurgião-dentista e sindicalista Mauro Rubem é pré-candidato a vereador por Goiânia. Uma das bandeiras que ele carrega é a de movimentos sociais.

“Minha trajetória tem sido sempre na defesa dos trabalhadores no modo geral, particularmente os servidores públicos da área da saúde, educação e assistência. Temos procurado fazer a defesa de um modelo de sociedade onde vamos combater a desigualdade, e os privilégios que são extremamentes generosos aos que menos precisam”, afirma.

Como servidor público, Mauro Rubem tem se manifestado contra a nova reforma da Previdência Estadual de Goiás que, após mudanças em dezembro de 2019, determina que servidores aposentados e pensionistas que recebem um salário mínimo devem contribuir com 14,25% da remuneração para a previdência. A medida impõe que quem recebe até R$ 6 mil pague os mesmos 14,25%.

“O Estado está massacrando o servidor público e moendo o aposentado. Eu tenho chamado o governador Ronaldo Caiado de o ‘eliminador’ dos aposentados e servidores públicos no modo geral”, frisa.

Mauro enfatiza que é preciso saber mais sobre os candidatos, eleger pessoas que possam mudar a constituição, para que o poder público não mexa com o servidor que trabalhou a vida inteira e agora de forma sorrateira precisa pagar mais tributos ao Estado.

“Se seu candidato for do lado do Caiado, não vota, porque você vai estar votando para poder sacramentar essa injustiça. Não quero mudar a reforma na Constituição Federal apenas para o servidor público, mas para os trabalhadores da iniciativa privada, porque eles também estão sendo duramente penalizados. Então, é necessário que a população participe efetivamente da política, se envolva, saiba o que tá acontecendo, e não caia nesse engodo de que política é tudo igual”.

Rubem ressalta que é preciso eleger vereadores que represente com afinco o trabalhador e, acima de tudo, que fale a língua do servidor público.

“Se você é servidor público, pequeno empresário ou pequeno proprietário, tem que participar da política e escolher quem está do seu lado, saber o que que vai acontecer com seu futuro e, claro, no seu presente”.

Entre outros projetos de defesa do pré-candidato, destacam-se: Saúde pública; Educação pública, cultura e juventude; Defesa do meio ambiente e dos animais; Agricultura familiar; Emprego e Defesa dos feirantes e das cooperativas de trabalhadores de diversas áreas.

Ao analisar a atual situação da Câmara de Vereadores de Goiânia, o sindicalista aponta como descuidosa diante dos problemas que a cidade vem atravessando.

“É uma câmara que está agachada para o poder legislativo e executivo. Uma câmara que não questiona. Agora, por exemplo, a área da saúde no município neste período de enfrentamento da pandemia da covid-19 está um caos, e a câmara tem sido omissa no cumprimento do papel fundamental de um vereador que é a de fiscalização”, salienta.

Mauro Rubem exerceu os mandatos de vereador por Goiânia, de (2000 a 2002) e, de Deputado Estadual por Goiás, por três mandatos, de (2003 a 2014), onde presidiu a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) como político eleito pelo Partido dos Trabalhadores(PT). Foi presidente-fundador do SindsaúdeGO e compõe a atual diretoria da entidade. Faz parte do conselho fiscal do SOEGO. Ele também foi presidente da CUT Goiás no período de (2015 a 2019).